Killers of the Flower Moon | Mais uma aposta ousada de Martin Scorsese - De olho no assunto

De Olho

  • nos Filmes
  • Séries
  • Doramas
  • no Assunto!

Destaques

Post Top Ad

sábado, 11 de abril de 2020

Killers of the Flower Moon | Mais uma aposta ousada de Martin Scorsese

Que Martin Scorsese tem ousado em suas produções isso ficou claro com o lançamento de O Irlandês, mas essa empolgação não para por ai Killers of the Flower Moon é o mais novo projeto do gênio com previsão de estréia em 2021.
Dessa vez a Apple TV+ a dona do Tudum Netflix parecem ser as favoritas para este financiamento  com orçamento de um pouco mais de US$ 200 milhões.

Martin Scorsese, Leonardo DiCaprio e Robert De Niro podem se ...



“Killers of the Flower Moon” se baseia  no livro homônimo de David Grann, que conta a história real do terrível assassinato de índios da tribo Osage em Oklahoma, nos anos 20, por habitarem uma terra rica em petróleo. O caso foi mal conduzido por um ainda recente FBI, liderado por um jovem J. 
Eric Roth (“O Curioso Caso de Benjamin Button”) é o responsável pelo roteiro e claro que Scorsese não poderia abrir mão de Robert De Niro e Leonardo Di Caprio nesta nova produção, mas apesar das últimas noticias ambos ainda não foram oficialmente confirmados.
Em entrevista Martin Scorsese revelou mais detalhes a respeito de seu próximo filme, o longa será um faroeste baseado nos assassinatos reais de membros da tribo Osage, que após encontrarem uma enorme quantidade de petróleo em sua reserva indígena foram alvo da ganância dos homens brancos:
Estamos pensando em faroeste. Ocorre entre 1921 e 1922 em Oklahoma. Certamente há caubóis, mas eles tem carros e também cavalos. O filme é basicamente em Osage, uma tribo indígena dona de um território horrível que eles amavam, porque diziam para si mesmos que os brancos nunca se interessariam por ele. Então, eles descobriram petróleo por lá e, por dez anos, eles se tornaram o povo mais rico do mundo. E então chagam os Yukons e os mineradores de Colorado, os abutres, os brancos, os europeus, e tudo se perdeu. Entrevista de Scorsese ao Premiere (via Collider)
 Aguardamos ansiosamente por esta produção. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad