quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

IO : Conheça algumas teorias a respeito da nova produção da Netflix

Romantizando o caos IO promete vários momentos reflexivos


Olá meu povo!

Ontem a noite resolvi ceder a tentação de assistir ao filme IO, quem me acompanha sabe que minhas críticas contra os filmes da Netflix são bem severas porque acredito que o ponto forte deles sejam as séries e não os filmes.
Depois de uma enxurrada de críticas negativas ao lançamento resolvi tirar minhas próprias conclusões.



Titulo: IO
Direção: Jonathan Helpert
Elenco: Margaret Qualley , Anthony Mackie e Danny Huston .
Ano: 2019
Gênero: Ficção Cientifica
Sinopse: Com a Terra em ruínas, a cientista Sam é uma das últimas sobreviventes e está determinada a encontrar uma forma para a humanidade se adaptar e sobreviver no mundo pós-apocalíptico em vez de abandoná-lo. Pouco antes da partida da última nave rumo a uma colônia distante, ela conhece Micah, outro sobrevivente. Agora, Sam terá que escolher: partir com o resto dos humanos e começar uma nova vida ou ficar para lutar pela sobrevivência do planeta.


Falando sobre (Alerta Spoiler)


O filme IO conta a história de Sam uma cientista que segue em uma vida solitária morando acima do nível do mar , onde o ar ainda é respirável, isso se dá porque o ambiente terrestre tornou-se tóxico e muitos humanos fugiram rumo a uma estação espacial.
Sam conduz um experimento com abelhas em busca de uma pequena faísca de esperança que possa tornar possível a sobrevivência na terra. 




Um dia nossa heroína percebe um balão se aproximando do seu centro de pesquisa e então conhece Micah um sobrevivente ao caos, ele viajou dias a fio a fim de encontrar o Dr. Henry Walden.
A verdade é que Henry Walden pai de Sam havia falecido a mais ou menos um ano e mesmo nas cartas que ela enviava a IO essa verdade não havia sido contada, naquele momento eram só Sam e Micah.
A última nave Exodus estava prestes a deixar a terra rumo a IO, essa seria a última chance de buscar um novo lar.

Referências históricas 

O filme faz algumas citações históricas que vale a pena comentar, uma delas chama-se O Banquete - Escrito por  Platão em busca de definir o que é o amor. 




Segundo ele, no início dos tempos os homens eram seres completos, de duas cabeças, quatro pernas, quatro braços, o que permitia a eles um movimento circular muito rápido para se deslocarem. Porém, considerando-se seres tão bem desenvolvidos, os homens resolveram subir aos céus e lutar contra os deuses, destronando-os e ocupando seus lugares. Todavia, os deuses venceram a batalha e Zeus resolveu castigar os homens por sua rebeldia. Tomou na mão uma espada e cindiu todos os homens, dividindo-os ao meio. Zeus ainda pediu ao deus Apolo que cicatrizasse o ferimento (o umbigo) e virasse a face dos homens para o lado da fenda para que observassem o poder de Zeus.
Dessa forma, os homens retornaram a terra e, desesperados, cada um saiu à procura da sua outra metade, sem a qual não viveriam. Tendo assumido a forma que nós temos hoje, os homens procuram sua outra metade, pois a saudade nada mais é do que o sentimento de que algo nos falta, algo que era nosso antes.



Leda and the Swan




Paul Cezanne (1882)

Leda and the Swan

William Butler Yeats, 1865 - 1939

A sudden blow: the great wings beating still
Above the staggering girl, her thighs caressed
By the dark webs, her nape caught in his bill, 
He holds her helpless breast upon his breast. 

How can those terrified vague fingers push
The feathered glory from her loosening thighs?
 And how can body, laid in that white rush, 
But feel the strange heart beating where it lies?


.A shudder in the loins engenders there 
The broken wall, the burning roof and tower
And Agamemnon dead
 Being so caught up, 
So mastered by the brute blood of the air, 
Did she put on his knowledge with his power
Before the indifferent beak could let her drop?


Tradução
Leda e o cisne

WB Yeats ,1865-1939

Um golpe repentino: as grandes asas batendo quietas
 Acima da garota cambaleante, suas coxas acariciadas 
 Pelas teias escuras, sua nuca presa em sua conta, 
 Ele segura seu peito indefeso em seu peito. 

 Como podem aqueles dedos vagos aterrorizados empurrar
 a glória emplumada de suas coxas soltas? 
E como pode o corpo, colocado naquela corrida branca,
 Mas sentir o estranho coração batendo onde está? 

 Um estremecimento nos lombos engendra ali 
 A parede quebrada, o telhado e a torre em chamas 
 E Agamenon morto. 
 Sendo tão apanhada,
 Então dominada pelo sangue bruto do ar, 
 Ela colocou seu conhecimento com seu poder? 
 Antes que o bico indiferente pudesse deixá-la cair?

***

Leda e Zeus são pais de Helena de Tróia considerada uma das mais belas mulheres da mitologia grega, que colocou muitos homens aos seus pés e por fim, suscitou uma grande guerra.


Teorias e Considerações




Sam realmente acreditava que fosse possível uma vida na terra e aparentemente todo o curso da história havia sido premeditado por ela, mas o final do filme não deixa isso muito claro.
Ao retirar a mascara de oxigênio não fica claro se ela sobreviveu ou não, embora minha aposta é de que não, pois logo em seguida vemos Micah seguindo viagem e sozinho, enquanto que Sam aparece na beira da praia junto a um menino.

Antes de falarmos sobre as teorias relacionadas ao final vamos analisar alguns detalhes:

- Sam aparentemente tinha um "namorado" com o qual ela trocava e-mails/ cartas como ela chamava, mas próximo ao desfecho do filme o suposto amante resolve abandona-la seguindo viagem em uma expedição de 10 anos, isso sem dúvida exterminou as esperanças que ela tinha de encontrá-lo, mas será que ela realmente queria? Afinal mentiu a respeito da morte de seu pai e ficou por vontade própria na terra.

- Durante o filme vemos Sam aplicar algo na barriga e quando questionada por Micah ela diz que são apenas experimentos.

- Antes de seguirem viagem para o local de lançamento do Exodus fica muitíssimo claro que ela força uma relação sexual com Micah, mas seria isso parte do experimento? Seria esse o momento no qual ela engravida? Ela foi motivada pelo fora que tomou do ex namorado?

- Lá no fundo Sam ainda tinha esperanças no amanhã, mas parecia não querer deixar isso aparente, isso se nota no momento em que Micah mostra a ela uma abelha rainha que havia nascido mesmo após a tempestade.

- No final do filme Sam surge a beira da praia junto com uma criança, seria o filho dela com o Micah?

- Ainda que bem discretamente a pintura Leda e o cisne e a citação sobre o livro O Banquete de Platão se amarram ao filme, pois apesar de uma história de ficção o romance prevalece sem sombra de dúvida, e obviamente esses dois fatos não estariam presentes no filme sem uma razão, basta analisar os fatos.





Teoria 1

Eu vi no mínimo quatro teorias explicando o final do filme, mas na minha opinião somente uma faz sentido.
Na primeira teoria ela morre ao tirar a máscara, por isso Micah aparece sozinho seguindo viagem, as imagens dela na beira da praia seriam idealizações que ela acreditava ser possíveis, ou até mesmo uma suposta vida após a morte junto ao seu filho.


Teoria 2

Ela não morre ao tirar a máscara, percebe que através do seus experimentos ela era capaz de respirar o ar irrespirável da terra e ter um filho foi a maneira de dar sequência a vida no planeta, porém, mesmo assim Micah segue viagem, enquanto ela narra uma carta que jamais chegaria a IO, afinal após o lançamento da última Exodus não existiria mais o link de comunicação, para este caso existe a explicação temporal já que vemos a imagem de Micah indo embora e na sequência vemos Sam com seu suposto filho uns oito a nove anos mais tarde, já que provavelmente se Micah soubesse da existência do filho não os abandonaria.
Esta teoria se desmancha na minha opinião porque penso que Micah não teria deixado Sam se ela ainda estivesse viva.

Teoria 3

Sam sobrevive e encontra outros sobreviventes o que explicaria a criança não ser seu filho, porém, esta teoria também se quebra na minha opinião pois houve uma necessidade de que percebêssemos a relação entre ela e Micah finalizada com a palavra 'precisamos'.



No geral eu gostei do filme não pelo contexto pós apocalíptico, afinal o filme é bem devagar, mas acredito que a grande aposta da Netflix está nas mensagens subliminares e nas teorias, isso sim torna o filme interessante. 
Entendo a crítica de quem não gostou tanto assim, pois, de maneira geral não existe inovação e nem um roteiro tão magnifico, mas, dentre os últimos lançamentos com o mesmo gênero sem dúvida este é o melhor na minha opinião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário