segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Ideias que rimam mais que palavras - Vol.1

Rashid segue quebrando fronteiras e mostrando pra o que veio 


Como diria Rashid:
Licença pra eu chegar na sua casa 
Mas como um convidado, que passa e fica, pacifica
Massifica, massa zica, raça rica, fica a dica...
                                              - Que assim seja (Rashid/ part.Flora Matos)



Acredite este post tem um valor sentimental muito grande, e é com muito respeito que vamos estar falando sobre o livro Ideias que rimam mais que palavras.
Mas antes vamos falar um pouquinho sobre o autor desta obra prima que vem se destacando por sua rima, mostrando que nunca desanima, que o negócio e cair pra cima e seu sucesso é sua fé quem determina. (Eu não ganharia nada com minhas rimas 😁).




Nome: Michel Dias Costa 
Também conhecido como: Rashid
Profissão: Rapper, produtor, empresário e escritor
Nascido em: São Paulo, em 21 de março de 1988.


Michel nem sempre foi Rashid, Moska foi seu primeiro nome artístico.
Com mais de dez anos de sua carreira como Rashid, lançou dois álbuns de estúdio, três mixtapes, três EPs e diversos singles, além de realizar várias  colabs com vários artistas. 
A luta pela realização de um sonho permitiu que ele estourasse como MC, criasse sua própria empresa Foco na Missão e escrevesse seu primeiro livro, do qual vamos falar agora.





Título: Ideias que rimam mais que palavras
Autor: Rashid
Editora: Ferréz
Ano: 2018
Volume: 1
Páginas: 108
Gênero: Música/ Composição Musical/ Trajetória artística


O livro
Imagem original
Foco na Missão

"Componho em qualquer lugar. Carro, ônibus, avião, rua, camarim, em meio ao povo e sozinho, etc. Mas onde gosto mesmo de compor é no meu escritório, em pé, olhando pros meus livros e discos que me servem de referência e repetidas vezes me ajudam a garimpar novos universos na hora de rimar."
                                                                                                       - Trecho do livro Ideias que rimam mais que palavras  



Eu já havia ido a alguns shows onde o Rashid havia feito  breves participações, mas um desses shows especificamente me fez querer entender mais sobre o caminho que ele vinha trilhando.
Era dia 22 de dezembro de 2018 e ele entra no palco alegre, envolvendo toda a galera que estava presente naquele lugar, acredito que foi a primeira vez na minha vida que eu parei pra refletir no meio de um show lotado enquanto várias mãos estavam erguidas curtindo a batida.
Que assim seja foi a música do meu primeiro round e não demorou muito para que eu fosse nocauteada por Mil cairão, foi incrível.
Naquele dia especificamente senti minha alma sendo tocada.
Desde menina eu amava ouvir um rap mas a discriminação existia dentro da minha própria casa, foi muito difícil manter meu gosto musical ao longo dos anos, num dos trechos de seu  livro vejo Rashid mencionando o motivo pelo qual não canta palavrões em suas rimas, com isso sem dúvida me senti acolhida pelo rap.

Em seu livro Rashid procura se aproximar do seu público de maneira tão clara e simples como cada rap que compôs ao longo de sua carreira.
Quem houve o som do Rashid se sente fazendo parte daquilo, isso acontece porque muitas das suas músicas são acontecimentos reais que o surpreenderam em algum momento da vida, e ele conta tudo no primeiro volume do seu livro. 

Com palavras simples e objetivas vemos uma história sendo contada, uma trajetória sendo traçada e um sonho ganhando forma, acredite Ideias que rimam mais que palavras é melhor que muito conteúdo de auto ajuda.
Além de toda sua evolução pessoal e toda sua superação, ver que Rashid como outros grandes rappers ganharam espaço na literatura nacional é realmente um orgulho muito grande, os caras surgiram da periferia mostrando suas habilidades, sua sensibilidade e sua inteligência.
Tudo isso me serviu de inspiração.


Novo trabalho 

O ano começou movimentado pro garoto e dia 18 de janeiro de 2019 Rashid lança seu novo single: Não é desenho.



O livro te aproxima do autor, e esse eu recomendo.


Até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário