sábado, 6 de maio de 2017

A Autópsia - Spoiler

Está em cartaz no cinema o filme A Autópsia e hoje vamos comentar um pouco sobre ele.
Este filme foi lançado nos Eua ano passado 2016 como A Autópsia de Jane Doe e sim foi nessa época que assisti este filme.





Tommy e Austin, pai e filho, trabalhavam no necrotério da cidade que ficava no sub-solo de uma agência funerária que pertencia a família, preciso ressaltar que um necrotério é um lugar propicio para um filme de terror e pouco usado pelos produtores deste gênero mas continuando, era um momento típico do fim do dia e a última autópsia já havia sido feita mas o trabalho ainda não havia terminado.


O xerife da cidade tinha uma missão urgente para aquela dupla, um corpo havia sido encontrado meio enterrado em uma casa onde havia ocorrido um homicídio sangrento e o que mais chamou a atenção dos policias é que não havia sinais de arrombamento nas portas o que parecia é que na verdade as vitimas procuravam fugir de dentro da casa.
O corpo em questão não pode ser identificado cabia a Tommy identifica-lo e definir a causa de sua morte até o amanhecer, Austin que já havia marcado um encontro com sua namorada acaba desistindo pois não poderia deixar seu pai trabalhar sozinho em algo tão complexo, não que Austin gostasse do trabalho mas não demoraria a deixar a função.


O corpo passou a ser chamado Jane Doe (refere-se a algo desconhecido), o inicio da autópsia se da com um exame externo do cadáver em busca de qualquer marca, cicatriz ou trauma, neste momento notam algo que provavelmente não seria comum, os olhos dela estavam turvos o que indicaria que sua morte havia acontecido a alguns dias mas o corpo em si não correspondia a essa informação.
O exame continua e então percebem que seus pulsos e tornozelos estão quebrados sem qualquer sinal de lesão aparente, um dos seus dentes está faltando e sua língua havia sido removida cirurgicamente.
Naquele momento eles estão prontos a iniciar o exame interno e ao primeiro corte um sangramento extremo passa a acontecer típico de um corpo fresco, seus pulmões eram escuros o que indicava queimaduras de 3° grau , seus órgãos apresentam vários cortes mas como teriam sido feitos?
Em seu estômago foram encontrados um agente paralisante e o dente que lhe faltava embrulhado num papel com números romanos e uma mensagem.


A partir deste momento coisas estranhas passam a acontecer, parece que o corpo não queria que sua origem fosse descoberta e não era por menos continuando a autópsia eles descobrem que aquele corpo havia sido assassinado por pessoas que acreditavam que ela fosse uma bruxa e talvez não fosse mas o seu ódio e desejo por vingança a tornaram uma.
As coisas passam a ficar estranhas no necrotério, Austin e Tommy acabam feridos e passam a ver e ouvir passos já não diferenciando o que seria alucinação e realidade,
Ao amanhecer o xerife não consegue sua resposta e acaba encontrando uma cena criminal tão terrível quanto a anterior.

Últimas considerações  

Este filme sem dúvida buscou inovar quanto ao seu roteiro e sim conseguiu me surpreender, num momento onde o foco do gênero está mais na demonologia trazer uma nova perspectiva foi muito interessante e aceitável.
Acredito sim  que o diretor conseguiu passar sua mensagem com clareza e um ponto de mistério, o filme se passa exclusivamente dentro do necrotério mas mesmo sendo assim não trouxe monotonia as cenas pelo contrário.
Diria que ele foi feliz em sua escolha e provavelmente este filme será sim um sucesso aqui no Brasil.
Os críticos especializados aprovaram quase que unanimemente o filme como um todo e eu claro também gostei bastante.

A Autópsia está em cartaz nos cinemas não perca a chance de assistir, lembrado que este filme contém cenas muito realistas e bem semelhantes a uma autópsia real então se policie quanto a isso para poder aproveitar melhor o seu filme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário