segunda-feira, 27 de março de 2017

Uma decepção - Filme A Alcateia

Um filme que tinha absolutamente tudo para me surpreender positivamente, A Alcateia.
Lançado em 2015, um estilo de terror diferente para uma amante dos filmes do terror, juro que era tudo que eu esperava, dirigido por Nick Robertson com aproximadamente 90 minutos de duração.



Queria deixar claro que não sou formada em cinema nem nada do tipo, mas publico minhas criticas como telespectadora que sou e apaixonada pelo gênero.

Este filme em especial despertou em mim um misto de emoções e pensamentos a começar pelo nome The Pack ( O pacote, ou A embalagem ) este é o nome original do filme, pelo que li essa grande obra foi produzida na Inglaterra, será se tem um outro significado?
 Aqui no Brasil chamado de A Alcateia, então provavelmente pensei "nossa filme de lobos assassinos, deve ser muito bom", porém, no filme fica bem claro que não são lobos e sim cachorros selvagens que praticam os ataques, cachorros muito bonitos por sinal rsrs, então não seria A Matilha, ou qualquer outro nome relacionado ao animal em questão, já desanimei por ai, mas isso ainda não me impediu de continuar a ver o que viria pela frente.



Antes que eu me esqueça este filme é baseado em fatos reais.
O casal Carla e Adam moram com os dois filhos em uma linda fazenda, ela veterinária e ele agricultor, no momento as coisas não andam bem o consultório está com pouco movimento e os animais de criação estavam sendo atacados por alguma coisa estranha.
A poucos dias um casal havia sido atacado por cães selvagens ali por perto, notícia ignorada por Carla.
A filha mais velha Sophie era uma adolescente rebelde que odiava morar ali no meio do nada contrariando as expectativas de seus pais, já o pequeno Henry amava estar por ali junto com sua família.
Com a quantidade exagerada de dívidas o casal é procurado por um representante bancário a fim de comprar a propriedade mas sua tentativa foi inútil.
Na mesma noite num clima de descontração a família se vê as escuras, com a falta de energia elétrica Adam sai da casa para ligar o gerador e ai tudo fica estranho, ele vê vários olhos luminosos no meio do mato e percebe que se não correr seria atacado por aquelas coisas.
Seu cachorro estava perdido na escuridão mas Adam precisava correr, ao chegar em casa sem ar pede para que a esposa proteja as crianças e feche todas as janelas, o desespero toma conta e numa condição dessas até eu.
Os cachorros foram bem produzidos, animais perfeitos para o filme a não ser por algumas questões, quando Adam entra na sua casa pancadas extremante fortes são nitidamente vistas na sua porta, tão fortes que a porta parecia não resistir, então achei o primeiro exagero, os cachorros eram treinados para entrar somente pelas portas e janelas? E já que não se ouvia o barulho das garras como eram capazes de bater com tanta força na porta?


Adam é atacado por um mero descuido e até ai tudo muito natural, mas coisas absurdas ainda iriam acontecer os cachorros pareciam não ter olfato, numa das cenas onde um dos bichos invadem a casa Carla está tentando prender o cachorro mas ele passa a menos de 15 centímetros dela e não a percebe.
Esses cachorros mutantes faziam coisas estranhas o que na minha opinião acabou detonando o filme, em outra cena quando Adam está tentando resgatar sua família que está presa dentro da casa, um cachorro invade a caminhonete que ele dirigia pulando pela janela mas o detalhe é que a janela estava fechada e o bicho conseguiu de primeira quebrar os vidros.
A história tinha uma boa levada mas de repente com a aparição dos cachorros parece que os produtores esqueceram do resto e focaram somente nos bichos, como disse os cachorros ficaram incríveis a não ser por pequenos déficits mas a história deixou muito a desejar.
Em resumo eu não gostei do filme e apesar da super produção feita nem os pobres cachorros salvaram a história, esperava mais de um filme do gênero mas ainda não foi dessa vez infelizmente.
A e antes que eu me esqueça o cachorro da família que fica perdido no meio da escuridão do lado de fora da casa em meio à aqueles bichos ferozes aparece no final do filme são e salvo, acho que nem preciso comentar né. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário