terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Reflexão - Empurre sua vaquinha

Olá meus amigos,
Talvez você já conheça esta história de cabo a rabo assim como eu, mas estava pensando e de fato essa é uma lição para vida inteira porque sempre existirão vaquinhas em nossa vida, qual é a sua vaquinha neste momento?





Dois viajantes seguiam por uma estrada de barro, já haviam caminhado muito, estava escurecendo e eles precisavam encontrar um lugar seguro para passar a noite.
Um pouco adiante dali eles veem uma casinha muito simples na beira da estrada, sua estrutura já era bastante envelhecida, porém, havia luz, uma luz fraca de um candieiro, então resolveram parar, talvez ali fosse o melhor lugar para descansar naquela noite.
Ao se aproximar da casa são surpreendidos por um homem com semblante cansado e desanimado ao lado de sua jovem esposa e de seu filho, mais que depressa os viajantes explicaram que estavam por ali de passagem já haviam caminhado muito e não encontraram nenhum lugar onde pudessem descansar, o homem meio desajeitado mas muito hospitaleiro os convida para passar a noite e pede a sua esposa que lhe preparasse algo para comer.
Depois de notar o bom coração daquela família eles resolvem questionar a razão pela qual não haviam desenvolvido a área onde moravam, era um lugar grande, terra boa, e o pobre homem começa a relatar que eles viviam em função da sua querida vaca leiteira, que produzia o suficiente para vender e para seu próprio consumo e assim conseguiam suprir algumas necessidades da sua família.
Já era tarde e todos se recolhem para dormir, pela manhã teriam ainda uma longa viagem.
Assim que amanhece os viajantes se despedem da família e sem que eles possam notar conduzem a sua vaquinha leiteira até um precipício não muito longe dali, chegando lá eles empurram a vaca precipício abaixo e seguem viagem...
Passaram-se alguns anos e novamente os viajantes estão a caminhar pela região onde havia aquela pobre e rústica casa, mas a visão agora não era a mesma ,no lugar havia uma linda mansão, uma terra fértil, várias cabeças de gado, e uma família a sorrir na varanda.
O dono daquela propriedade não demora a  reconhecer os viajantes e muito animado os convida para entrar, em meio a uma conversa muito alegre eles contam que depois da morte de sua vaquinha passaram por maus bocados, assim iniciaram outros projetos, começaram a trabalhar com agricultura e esse era o resultado, haviam mudado completamente de vida...

Moral: As vezes precisamos sair do comodismo e empurrar nossa vaquinha para conhecer novas possibilidades, não é fácil mas é sempre necessário.



Nenhum comentário:

Postar um comentário