terça-feira, 3 de janeiro de 2017

O Boneco do Mal - Crítica

Olá meus queridos,
Este será o primeiro post de 2017, o primeiro de muitos rsrs, gostaria de desejar a todos vocês um Feliz Ano Novo cheio de paz, alegria e prosperidade, mas vamos ao post.




Galera selecionei alguns filmes para assistir no decorrer da semana e claro estou no aguardo das próximas estreias que vem por ai, e sinceramente passeando pela montanha de filmes que existem este O Boneco do Mal me chamou atenção, primeiro por ter sido considerado um filme de terror psicológico, segundo por ser um filme recente lançado a quase um ano, terceiro por ter como protagonista a atriz Lauren Cohan que é a Maggie na série The Walking Dead.

Com a junção de todos esses quesitos imaginei deve ser um filme razoavelmente bom, embora a cara deste boneco não me convenceu muito.
Desde a época do pequeno Chuck do filme O Brinquedo Assassino nada relacionado a bonecos havia tido tanta notoriedade, até claro a chegada de Annabelle, isso acredito que despertou uma nova onda de filmes relacionados a brinquedos em especial bonecos, mas em fim vamos comentar o conteúdo do filme.



O filme conta a história de Greta (Lauren Cohan), uma moça com o passado conturbado que busca fugir de sua realidade e de suas lembranças, então aceita o emprego de babá na casa dos Heelshire sem saber exatamente o que a espera, a casa ficava localizada em uma pequena aldeia na Inglaterra, bem longe de tudo que pudesse aborrecer Greta situação mais que perfeita.
Então Greta conhece os pais de Brahms um garotinho de oito anos de quem ela deveria cuidar enquanto seus pais sairiam de férias.
Logo de cara uma brincadeira de Brahms, os sapatos de Greta são escondidos e a Sra  Heelshire afirma ser uma brincadeira de seu filho e que logo mais os sapatos voltariam a aparecer, a casa em si parecia estranha então Greta conhece o entregador responsável pelas compras da família, mas onde estava Brahms?



Até então tudo faz sentido no filme e Greta conhece Brahms que é um boneco de porcelana rsrs.
Desacreditando da situação Greta recebe uma lista com várias regras que deveria cumprir enquanto cuidava do pequeno Brahms.
Os pais se despedem do filho e agora Greta era a grande responsável pela situação, e claro acha absurdo cumprir as regras ainda mais se tratando de um boneco parecia ridículo.
Infelizmente o não cumprimento das regras despertou em Brahms a necessidade de cobrar de Greta suas funções de babá, ai começa a parte estranha.




Fazendo aqui uma breve analise, o filme mantém o foco em um boneco até ai ok, ao que parece, pelo menos o que dá a entender é que Brahms havia morrido ainda criança e que provavelmente seu espirito estaria dentro do boneco...
Segundo informações que Greta recebeu ele teria morrido entre chamas ainda pequeno, diria que até então parece fazer um pouco de sentido, então o boneco começa a aparecer em lugares diferentes, em determinado momento prepara até um lanche para Greta e deixa em sua porta, ao que parece Brahms
queria demonstrar simpatia.
Talvez essa fosse a maneira mais obvia de interpretar os acontecimentos do filme.
Até que o ex companheiro de Greta vai até a casa onde trabalha com o intuito de leva-la com ele é ai que a coisa perdeu o sentido, aparentemente Brahms não gostou da maneira violenta daquele homem então escreve com sangue um recado na parede, atitude tipica de um espirito...
Muito irritado coma situação o ex de Greta quebra o boneco em pedaços e neste momento aparece uma fumaça, um pó ou algo do tipo que dá a entender que o espirito de Brahms saiu do corpo do boneco, só que não.




É então que sem mais nem menos surge de dentro da parede um rapaz de mais ou menos 20 anos com uma mascara de boneco e ataca o ex de Greta, e então você percebe que o boneco não era nada e não tinha nada Brahms devia sim ter se queimado mas vivia dentro das paredes.
Assim que seus pais saíram da casa se suicidaram, mas porque?



Em fim enquanto o filme foi desenrolando me senti assistindo The Walking Dead, Halloween o início, e sei lá gente achei meio sem pé nem cabeça.
A verdade é que este filme não agradou muito a critica especializada e no decorrer da história perdeu muito o sentido.
Se você acha que estou exagerando assista e tire suas conclusões, vai ver como tudo acabou se desalinhando geral.

Não Recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário