quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Reflexão

Quando eu era criança sonhava tão alto, sentia que fazia parte dos livros que eu lia, brincava de ser gente grande o tempo inteiro.
Vivia a doçura da vida, não conhecia a maldade, acreditava que todo ser humano merecia uma segunda chance e que as pessoas não eram más de verdade.
Mas aos poucos me deparei com a ingratidão, mentiras e enganos vi que infelizmente eu estava enganada, vi pessoas más por escolha própria, vi a dificuldade para realizar um sonho, vi a inveja e o ódio me cercar e com tudo isso aprendi...





Aprendi que quando 99% das pessoas querem destruir e odiar eu posso ser aquele 1% que faz a diferença, aprendi que se mentiram, me odiaram e me traíram o problema não estava em mim e sim no meu ofensor.
Comecei a encarar a vida todos os dias de maneira diferente, uso a teoria de que cada dia é como um parto e que a luta pelos sonhos deve ser contínua.
 Cheguei a lugares que jamais pensei chegar, vivi situações que jamais pensei viver, mas não desisti me tornei ainda mais forte e insistente.
De uns tempos pra cá muita coisa mudou, a maldade e o sofrimento se multiplicou, mas você pode ser e fazer a diferença, você pode ser diferente da verdade imposta pela sociedade, você pode.
Não é tão fácil ser diferente, mas é gratificante ver a queda da maçã podre, não é fácil lutar pelos seus sonhos quando o mundo cria obstáculos, mas não existe nada como o gostinho da vitória.
Não sacrifique seu caráter para conquistar facilidades, mas lute para aprender a valorizar sua conquista.
E não desista da vida independente das circunstâncias ela sempre tem algo reservado para você então paciência ok.
E viva feliz, seu sorriso pode curar qualquer doença seja física ou da alma.
Lute pelo que você acredita, siga em frente e vença...

Nenhum comentário:

Postar um comentário